Eles só queriam assinar o recibo do cartão de crédito, mas fizeram mais que isso

Quem está acostumado a ler e escrever, dificilmente consegue entender o que é ter que conviver com o analfabetismo. Mas esse é um problema que aflige mais pessoas do que supomos. Estimativas dão conta que cerca de 781 milhões de pessoas sejam totalmente analfabetas – ou seja, não conseguem escrever o próprio nome. No Brasil, por exemplo, esse número chega a 14 milhões segundo a UNESCO. Mas como a é possível fazer com que as pessoas de países desenvolvidos, em especial o Japão, onde 99% da população é alfabetizada, engajassem mais nesse tema?

Veja também: Ensinando motoristas a respeitar rampas para deficientes.

Bom, pra começar, elas teriam que  SENTIR o que é não poder escrever.

Foi aí que surgiu a campanha “Donate your Signature” (“Doe a sua assinatura”). A agência Beacon/Leo Burnett Tokyo criou um papel especial que repele a tinta das canetas nos comprovantes de cartão de crédito. Com isso, eles esperam criar uma certa frustração nas pessoas, para que elas sintam o que é não poder escrever. Na cópia do comprovante, a assinatura aparece junto com uma mensagem falando sobre a campanha e dando a opção do cliente doar 500 ienes (algo em torno de R$16) para combater o analfabetismo.

Para que o impacto fosse ainda maior, eles escolheram um famoso bar de literatura.

O resultado? 92% dos clientes do bar doaram para a campanha. Como muitos deles tinham também presença em redes sociais, a campanha foi amplamente difundida, o que levou mais pessoas ao site da campanha e a um aumento de 21% nas doações em relação ao ano anterior.

Veja abaixo como foi a ação.