A mesma história. Três visões diferentes.

Hannibal Lecter, de “O Silêncio dos Inocentes“, é um dos piores vilões do cinema, não somente pelo fato de ser um serial killer canibal, mas pelo fato dele sempre agir com muita calma e ser muito inteligente. Tão inteligente que agentes do FBI buscam sua ajuda para elaborar perfis psicológicos de outros assassinos.

O agente Will Graham, responsável pela captura de Hannibal, pediu ajuda ao serial killer durante a investigação de outra série de crimes. Esse encontro já foi interpretador 3 vezes, em produções diferentes, com diretores e atores diferentes: “Caçador de Assassinos” (1986), de Michael Mann, “Dragão Vermelho” (2002), de Brett Ratner, e na série “Hannibal”, de Bryan Fuller. Em todos os casos, a maior parte do diálogo foi tirada diretamente do romance “Dragão Vermelho”, de Thomas Harris, criador dos personagens.

O vídeo abaixo mostra uma montagem juntando essas 3 versões do mesmo diálogo, de forma que o conteúdo se mantenha o mesmo. É interessante ver como a mesma situação, a mesma história, pode ter interpretações e visuais tão diferentes dependendo de quem está envolvido.

Recovering the Mindset from Matthew Morettini