O artista Christopher Bauder refez o caminho do Muro de Berlim com balões iluminados

O muro de Berlin foi construído de um dia para o outro, literalmente, em 1961. Inicialmente feito de arame farpado, foi substituído por concreto, minas terrestres e torres de vigilância, e dividiu a cidade alemã por quase 30 anos, até cair em 1989. Para marcar o aniversário de 25 anos de sua queda, o Muro de Berlim será erguido novamente, na noite do dia 07 de Novembro. Mas, dessa vez, não será feito de concreto, mas sim de balões.

Criado pelo artista Christopher Bauder junto com seu irmão, o cineasta Marc Bauder, “Lichtgrenze” (Limite de Luz, numa tradução livre) será uma instalação de 16 quilômetros com cerca de 8 mil balões brilhantes, seguindo o caminho original do Muro de Berlim.

Em 6 localidades estratégicas, o Lichtgrenze irá mostrar vídeos de como era a vida com na Berlim dividida. Além disso, a cada 150 metros será possível ler curiosidades, memórias e histórias de pessoas que viveram em ambos os lados do muro.

O Lichtgrenze, ficará exposto por 2 dias e, as 19hs do dia 09 de Novembro, centenas de voluntários irão escrever mensagens, anexa-las aos balões, solta-los de suas cordas, para que eles voem. Mas não se preocupe com o impacto ambiental: os balões foram desenvolvidos pela Universidade de Hanover e são totalmente biodegradáveis.

Quem estiver em Berlim nessa época ainda pode participar. Neste site ainda dá para se inscrever como voluntário.

Via Fast Co Design