Site belga quer ressaltar a importância de usar uma fonte confiável e não só o mecanismo de busca.

O Google é, sem dúvida, uma ferramenta excelente para aprender sobre as coisas. Basta jogar algumas palavras chave para ter acesso a milhares de páginas sobre o assunto.

O problema é que, cada vez mais, as pessoas estão usando o Google para “descobrir”se estão doentes, usando alguns sintomas como palavras chave. Isso pode levar a um auto-diagnóstico, totalmente incorreto.

A campanha do site belga de saúde Gezondheid en Wetenschap (traduzido como “Ciência e Saúde”) quer comunicar algo que talvez todos já saibam (mas que muitas vezes não conseguem evitar): quando o assunto é saúde, não jogue no Google.

No vídeo da campanha, tudo começa com um machucado no dedo, mas acaba se tornando uma perigosa doença contagiosa.

A campanha também está usando Google AdWords para atingir seus objetivos. Por exemplo, se alguém na Bélgica digitar algum sintoma no Google, como por exemplo espasmos na pálpebra, o primeiro recado é a mensagem “Don`t Google it. Check a reliable source” (“Não jogue no Google. Verifique uma fonte confiável”) seguido de um link para o site Gezondheid en Wetenschap.

Via Creativity Online