DC Comics promove diversidade na nova edição e confirma a bissexualidade da Mulher-Gato com um beijoDepois de anos na dúvida, finalmente os fãs da Mulher-Gato foram respondidos. A DC Comics promoveu a diversidade aberta no seu universo confirmando a bissexualidade de Selina Kyle, também conhecida como a Mulher-Gato, na edição nº 39, Catwoman: Better Than He Does Himself.

Para quem não leu ainda, Kyle está chefiando o crime todo em Gotham City e deixou sua máscara para Eiko Hasigawa, filha do chefe da máfia japonesa e, coincidentemete, com quem tem um relacionamento amoroso meio complicado.

O escritor Genevieve Valentine publicou sobre a última edição em seu blog “Isso não foi uma revelação tanto como uma confirmação. E como Mark Doyle e eu estávamos criando as primeiras relações neste arco, Eiko parecia ser a pessoa certa”.

Kyle não é a primeira personagem bi ou homossexual da DC, a Mulher-Gato anterior Holly Robinson era abertamente lésbica, mas é a primeira vez que eles concretizam isso graficamente, nesse caso com um beijo.

Valentine ainda acrescentou “Certamente não é nenhuma surpresa de Selina que ela tem uma atração por uma mulher. E este beijo especial é uma surpresa? É definitivamente surpreendente”. Mas ele ressalta que o relacionamento dela com o Batman no passado não vai ser apagado da trama, ela vai ter o histórico dos dois relacionamentos, com um homem e agora com uma mulher.

close-talkin

kissyface2

via