Uma equipe de pesquisadores criou um Mário dotado de Inteligência Artificial

Apesar do apelo de muitos cientistas, uma inteligência artificial foi criada, com uma sede incontrolável por riqueza e capacidade para matar. Felizmente, todos conhecemos essa IA: trata-se do Mário. As vítimas, é claro, são os Goombas. Trata-se do projeto “Mario Lives!”, criado pela Universidade de Tübingen, na Alemanha, cujo objetivo é criar um Mário “vivo” e capaz de conversar.

O projeto foi desenvolvido para uma competição organizada pela Associação pela Inteligência Artificial Avançada e permite que os jogadores programem o famoso encanador com informações e motivações usando comandos de voz ao invés de controles.

Esse Mário, ao contrário daquele que todos conhecem, tem consciência sobre a sua situação e sobre seu ambiente. Ele pode “aprender” coisas, como por exemplo que os inimigos morrem quando Mário pula em cima deles. Além disso, suas motivações podem alterar o seu comportamento. Quando ele está com “fome”, ele busca por moedas; quando está “curioso”, ele explora o ambiente.

No momento a inteligência de “Mario Lives!”é compatível a de qualquer videogame, de acordo com Fabian Schrodt, que participou do projeto. Entretanto, a equipe está trabalhando em um projeto no qual Mário e Luigi teriam Inteligência Artificial e poderia se comunicar, o que permitiria que um ensinasse ao outro informações úteis.

Será que isso nos deixa mais próximo de um mundo em que as máquinas pensem por conta própria?

Via